Perco uma ou duas amizades por ano

Perco uma ou duas amizades por ano

Talvez eu tenha problemas! Normalmente perco uma ou duas amizades por ano. Inconsequentemente ainda não me adaptei a este fato miserável. Acho que nasci para ser o menino da madrugada; aquele que fica acordado pensando na vida e tomando um café quente pra caramba! e ao mesmo tempo rir de si mesmo achando que as pessoas são tolas de não se importarem com ele.

Um dia eu escrevi um poema:

"Pessoas surgem,
Conversam, sorriem, me ajudam...
A amizade permanece,
Depois de anos...
Eles desaparecem.

Se o problema está em mim,
Preciso me cuidar.
Ajudem-me;
Acho que preciso me curar."

Muito fofo! Mas a verdade é que me sinto muito patético quando leio. Hoje quero mesmo é sentar; dá um gole e saciar tudo com café. E depois rir e bradar: Não preciso de vocês, seus falsos.

Nenhum comentário