Quando éramos crianças



Lembra de quando nossa única preocupação era a dor do joelho ralado?
Eu sinto saudade, eu sinto saudade de quando podia sair correndo por um grande gramado sem a preocupação de imaginar o que iriam pensar, tenho saudade de quando podia cumprimentar todos sem que pensassem que eu estava "paquerando" a pessoa, tenho saudade do meu pai me carregar no colo como se nada pudesse me atingir, saudade das balinhas que ganhava por me comportar bem, de balançar no balanço da escola, ah! que saudade dos dias em que ia na casa dos meus tios e eles brincavam comigo, saudade de poder pedir pra minha mãe ler um último parágrafo daquela história encantadora que me cativava a saber mais, lembro até que eu dizia querer crescer sem ao menos saber o que realmente significava esse conceito, lembro de que queríamos crescer e agora que crescemos queremos voltar atrás para aproveitar melhor aqueles dias sem grandes preocupação.

0 comentários: