Sociedade perdida

Sociedade perdida

Triste a cada dia eu tornava a te ver

No fundo você, só você sabia quem...

Com verdades, podia te vencer!

Mas não sabia verdadeiramente vencer ninguém!

Teus vales eram audaciosos e cheios fases,
seus caminhos eram fecundos e floridos

Mas seus valores eram vorazes,
infinitamente imersos e perdidos.


Exilada, perdida, louca, eu via...
O dinheiro era o controle da nação!
Causando total destruição... (maior que a própria euforia)

Você não ouvia sequer os gemidos de seu povo...
Todos aqueles cujos pensamentos
Pensavam possuir tua chama de novo.
Sociedade perdida... Eu fugia dos seus julgamentos!

Triste a cada dia eu tornava a te ver

No fundo você, só você sabia quem...

Com verdades, podia te vencer!

Mas não sabia verdadeiramente vencer ninguém!

Nenhum comentário