Incentivo à leitura



Um livro é um brinquedo feito com letras. Ler é brincar. - Rubem Alves

Que a leitura pode ser uma incrível fonte de diversão ninguém nega. Mas por que, na maioria da vezes, é tão difícil encontrar leitores crianças? - Os livros em si não vão até os pequenos, as pessoas que os levam até eles; na maioria das vezes são os pais, amigos ou escolas. Sempre tento de alguma forma incentivar a criançada aqui em casa a ler. E faço isso não por apenas achar necessário, mas por também saber que eles amam as letras, as rimas e versos. 



Levei primeiros os poemas até eles. Para isto, mostrei os versos de uma forma divertida, apresentei algumas "batalhas de rap" que encontrei no YouTube. Desta forma eles se apaixonaram pelos ritmos e toda a musicalidade dos mestres de cerimonias. Sempre que os visitava, eu meio que fazia uma "batalha de rimas" com eles. Logo as crianças que contém cérebros de fácil aprendizado aprenderam rapidamente a ter o hábito de fazer versos de uma maneira totalmente simples.   


Vendo que eles estavam amando o rap (ritmo e poesia), apresentei para eles os poemas (textos escritos). Comecei declamando alguns poetas, como Mário Quintana e alguns cordelistas, mas a Natally (Minha prima de 9 anos) se apaixonou pelos escritos do poeta Paraibano, Augusto dos Anjos, isto me deixou feliz. E vendo que ela estava amando o mundo dos livros, dei de presente, "O Pequeno Príncipe" de Antoine de Saint-Exupéry. 


Também mostrando filmes e pequenas animações de obras literárias como a poesia de Cordel, consegui entreter todos e apresentar de uma maneira mais fácil estes pequenos e lindos poemas que contém historias e versos fantásticos produzidos pelos poetas nordestinos.


Nesse ritmo de incentivo espero estar cada vez mais agradando as crianças e também dar asas para que elas voem junto com seus cérebros. Pois literatura é isso.

Um comentário: