Universo - Eduarda D.S


Imagem relacionada
 Imagem da internet


   Universo


Em meio ao cair da noite,
Vês, um céu enigmático,
Erga tua cabeça com veneração,
As estrelas se postam perante o brilho
do teu próprio olhar.

Uma galáxia inteira foge pra
dentro de você,
Enquanto você se perde na lua
que te persegue.

Vês, as constelações passam por você,
Quando teu coração acelera,
E tua essência deixar transparecer.

O universo não conspira a teu favor,
Vês, o universo percorre o teu ser.

Você virou a própria colisão,
Estrelas de nêutrons te invadem
Como uma chuva de meteoro
Que se lança sob a terra.

Numa fração de segundo
Deixe que os anéis de Saturno
Sobrepassem-te,
E reacenda a chama da tua
Alma inquietante.

Porque, tu és o infinito,
Tu és os enigmas jamais
desvendados,
Os mistérios jamais tocados,
Vês, tu és o próprio universo.


(Eduarda D.S)

Um comentário: