Nordeste - Poema - Fabio Brazza

Nordeste - Poema - Fabio Brazza

Se não fosse o Nordeste não haveria Brasil Nem Raul Seixas, Caymmi, Caetano ou Gil, Não haveria a Capoeira, o Samba, Frevo, Maracatu, A Embolada, o Repente, o Caruru Nem Castanha nem Caju, nem o verso de Rapadura Nem Castro Alves na literatura, nem tanta beleza ou riqueza de cultura! O Nordeste sempre foi sabotado e deixado de lado Mas com bravura lutou pra deixar seu legado Sua sina é Suassuna é o seu povo “arretado” Se o sul nos deu progresso o Nordeste Jorge Amado! Se não fosse o Nordeste não haveria Antônio Conselheiro nem Zumbi nem Jackson do Pandeiro Nem metade do meu orgulho de ser Brasileiro Pois foi naquela terra seca, onde nada se cultiva e o solo não alaga Que germinou Luis Gonzaga e desabrochou Patativa! Se o sul se separar amanhã eu juro que daqui eu fujo, Fujo de vergonha deste povo com este preconceito sujo Que infelizmente nem deve saber quem foi Manezinho Araújo Por arrogância ou ignorância ou qualquer outro sentimento que eu abomino. Acaba por pensar assim tão pequenino, Mas olha só irmão que ironia do destino Até São Paulo foi construída pelas mãos de Nordestinos!


Autor: Fabio brazza
Declamação: Fabio Brazza 

Nenhum comentário