O terrível preconceito linguístico

O terrível preconceito linguístico

Estados do Brasil, principalmente o nordeste, sofrem diariamente preconceitos linguísticos. Não só por causa das palavras que julgam ser corretas, mas também pelo sotaque. Em são paulo onde tem um grande número de rappers, pessoas do mesmo país falam mal destes artistas  As vezes definindo-os até mesmo de drogados  pelo fato de utilizarem palavras como: "mano" e "truta".
       Já no nordeste todas estas críticas são mais frequentes. Pelo nível de escolaridade de alguns nordestinos os mesmos falam de maneira completamente informal — O que leva raiva para moradores de outras regiões. 
O poeta Patativa do Assaré foi atacado diversas vezes por usar o linguajar da sua terra (Ceará), destarte, nunca abandonou o sonho de ser autor. 
     Este fato do patativa nem sempre se repete com outras pessoas e estas acabam desistindo de seus sonhos pelo fato de não falar o português correto. 
Na internet, por exemplo, pessoas acabam horrorizando outras quando veem um colega pronunciando palavras de formas diferentes.  
     Nos dias contemporâneos o preconceito linguístico ainda é comum, assim sendo, orientar pessoas a não 'se importar' com este tipo de raiva é a melhor coisa. 


Nenhum comentário