O Haja Pau - Lenda popular

O Haja Pau - Lenda popular

Morava no interior uma família de agricultores. Um dia ensolarado a dona da casa, como sempre, preparou o almoço para seu marido. Quando terminou de preparar a refeição pediu para que seu filho levasse a comida para o pai que estava trabalhando na roça. 
 O menino que era acostumado a aprontar e não obedecer a mãe, no caminho comeu toda a refeição deixando apenas os ossos. E assim entregou para o pai. 
  — Mas aqui só há miséria de ossos! 
  —  Pois é, pai! Ela nem percebeu que aí só tinha ossos, porque deu toda atenção para um homem que chegou lá em casa...  
  — Como é que é? Quando ela chegar em casa vai ver!
E o garoto rindo à toa voltou para casa e subiu em uma arvore que ficava próximo de sua moradia. O homem zangado chegou do trabalho. Já era tarde. Diante sua mulher gritou:  SÓ OSSOS! E AINDA ME TRAINDO, TEM VERGONHA NA CARA NÃO?
  — Não estou entendendo! Eu mandei o almoço tudo certo! E não te traí! Que historia é essa? 
— Ainda há de mentir de novo!? 
O homem bateu na mulher com o cabo da enxada. Todo o mundo para a mesma parecia desmoronar em sua cabeça. O marido que ela amava se tornou a mais terrível ira. E o rapaz que na arvore ouvia todo seu desespero gritava: HAJA PAU, HAJA PAU, HAJA PAU. O brado do garoto chegou nos ouvidos da mãe, e esta sussurrou: — Tenho fé que irá ficar repetindo isso para sempre.
 A mãe morreu por conta das surras, e o adolescente vendo o mal que tinha feito fugiu para uma mata  gritando: HAJA PAU, HAJA PAU...
O jovem se transformou em um pássaro negro de metade homem e ave e ainda anda pelo mundo cantando sua repetida frase.   



Lenda popular da paraíba
Narrativa: Danilo Soares 

Nenhum comentário