RESENHA - Aninha e Gabriel

RESENHA - Aninha e Gabriel



Contos são histórias rápidas que não nos dá muitos detalhes, mas existem contos que nos encantam de maneira que perpetuam em nossas mentes, como se fosse uma história ouvida muito tempo atrás. E Aninha e Gabriel é um desses contos que não nos revelam muitos detalhes, mas nos conta uma história que certamente fará nossa imaginação fluir num desejo de vivência-la!

Adriano Silva, o autor, presenteia a todos nós com dois personagens que tem suas vidas contadas de forma rápida, mas esse tempo, essas 9 páginas nos revalam uma informação crucial de nossas vidas, mas que pelas tarefas do dia-a-dia acabamos soterrando, que é: Nunca é tarde! Adriano nos revela algo escondido em nossas almas simplesmente dizendo que nunca é tarde para você amar outra vez, nunca é tarde demais para você ser amado outra vez, mas que pela nossa ignorância soterramos isso tão fundo que só o que resta na superfície é mágoa, desespero e arrependimento. Ao ler você pode ter duas direções a tomar, pode decidir que essa é apenas uma história, um fato fantasioso ou pode também decidir viver uma história parecida, viver a sua verdade! O seu fim é você quem tem que definir. Aninha e Gabriel se encontraram após muitos desencontros e tomaram uma decisão, ao qual você irá ler. O conto é simples e rápido, mas poderoso e eficaz na tentativa de resgatar nossa mente à cruel verdade do agora e do cruel medo de tentar.

Por conter apenas 9 páginas e ser um conto, não posso falar muitas coisas sem revelar algo importante, então apenas direi que Aninha e Gabriel podem ser a sua história hoje. O autor disponibilizou o PDF do conto gratuitamente para ser baixado livremente, e o Paixão Melancólica está disponibilizando aqui nessa resenha:














Por enquanto é só galera, até mais!
-------------------------------------------

Título: Aninha e Gabriel
Autor: Adriano Silva
Editora: Independente
Ano: 2017
Páginas: 9

Nenhum comentário