Associativismo - Poema - Danilo Soares

Associativismo - Poema - Danilo Soares

Entre o início, perante a evolução,
O ser humano com inovação
Encontrava quieto no Ruralismo
Com equipes para assim discutir
Como iam Caçar, colher e se acudir!
Cedo a gente aprendeu o Associativismo...

Hoje, perante novas fases do Agro,
Encontramos muitas ideias Macros
Em associações que deixam sossego
No produtor, na cidade e empresário
Que investe de cara no espaço agrário
Ou no cidadão que está sem emprego.

As associações têm um objetivo
De bem levar projeto positivo
Aos habitantes das nossas cidades,
E acabam com qualquer trabalho mau
Usando o empreendedorismo social
(Que mata problemas em sociedades).

Assim, mercado dos agricultores
Cresce se todos próprios produtores:
Se unirem; se ajudarem com uniões
E novas tecnologias, novas formas
De mudar e ver coisas que transforma
Nas primeiras horas de execuções.

Nenhum comentário