Mais uma solidão inútil - Danilo Soares

Mais uma solidão inútil - Danilo Soares



Solidão desgraçadissima 
Decepou seu couro fraco.

Ai! Traga aquela bebida.
Tente sair do buraco...

Quem cavou? Ora! Você mesmo! 
Agora choras num vácuo. 

Tantas louras tu beijaste! 
E hoje? Hoje beijas o opaco!

Tu chutas a solitude! 
Forte, mas afagas caco!

As putas, pegando as tuas
Partes, tira o cheio saco! 

Porém, estas mesmas putas 
Derrubam seu barraco.

Correr da dor é em vão.
Adapte-se igual macaco.

Também continue a chorar.
Não fujas de teu laço.


Danilo Soares

Nenhum comentário