Solitude faz do céu inferno - Danilo Soares

Solitude faz do céu inferno - Danilo Soares


Escondeu-se e a espreguiçar
Deixou o chulé a esvaziar
No ambiente opaco.

Fazia sexo com a solidão alegre.
E Ria-se, e Ria-se, e Ria-se.

O Rap tocava no sistema nervoso.

E Deitou-se, e cortou-se
E bradou um recado à sua vida:

Te amo por conta que sois
Boa de dia,
Te odeio porque sois a desgraça
                                         [Da noite,
Te amo por conta que sois
Minha de dia,
Te odeio porque me matas
Na noite

Danilo Soares







Nenhum comentário