Apaixonado - Poema - Danilo Soares

Apaixonado - Poema - Danilo Soares

Perturbado, melancólico
Mas quanto mais tu existes,
Mais quero viver!

Pondo refri na taça,
Te citando Baco, Te amo, Desgraça,
Escolhendo o que quer ser,
Olhando o sol, nuvens
Pensando nos dias que tu vens
E, do nada, falando em morrer!

Dançando Funk,
Enquanto outro reclama,
Abraçando tudo enquanto
Outro fala mal do mundo,
Falando sobre o sistema
Típico de vagabundo,

Queimando a pipoca,
Queimando o amor,
Queimando o país,
E... Já tem fogo na flor,
Status, #boatarde!
Quando se vai o peito arde,

Deixando romântico
Quem não é romântico,
Fazendo amor existir,
Fizeste-me rir,

Nada de inferno!
Deixei de ser Dante Alighieri,
Gostas de girassóis,
Hoje sou Van Gogh,
Senta, vou te pintar,
Desenhar é um hobby,
Criança, sou pedagogo
Vou te ensinar tudo, a educação
Deixaram cair, pega no chão...

Poeta da rua como Don L,
Ganhando da concorrência tipo Froid,
Jovens Campeões! És a Azzy, eu Choice,
Somos lindos ricos e fortes!

Somos lindos ricos e fortes!
Somos lindos ricos e fortes!





Danilo Soares

Nenhum comentário