Insônia Romântica - Poema - Danilo Soares

Insônia Romântica - Poema - Danilo Soares

E na madrugada há o pranto.
A tortura por amar...
Agonia em não querer.

Bem e mal, diabo e santo.
Mas se amor te faz viver,
Como ele quer te matar?

Desgraça! Faz perder sono.
Graça, faz-te está no trono.

Os cachos,
Os risos...

O corpo magro,
Os olhos negros...

O homem é estimação.
O homem se torna medroso.

Pontada no coração...
Veja, o amor... É precioso

Nenhum comentário