Morte

Morte

Morte, ó morte,
Morte, ó morte...

Por que me deixas com medo,
Mas com vontade de te beijar?

É como se fosses má,
É como se fosses boa.

Morte, ó  morte?
Fale-me, fale-me.

Sou filho teu,
Cheguei a ver teu vulto;




Danilo Soares

Nenhum comentário