É... CRESCI - CRÔNICA - Danilo Soares

É... CRESCI - CRÔNICA - Danilo Soares



Ao som de música clássica eu escrevo. E, ao mesmo som, encontro meu nirvana. Encontro um imenso desejo de viver. Uma alegria incontrolável. Lembro que antes me achava incapaz (vil, tantas vezes vil...), lembro que antes disse a mim mesmo que o amor "não existe", mas agora... Agora o encontro em tudo. Na música. Na natureza. Em mim. No teclado que digito essas palavras. Na risada que dou de satisfação. 

Questiono: então é assim que é ser maduro? Ter passado por tanta desgraça para se acostumar, suportar e finalmente, viver? — Ter sido um pássaro esperançoso que perdeu a asa e perdeu a esperança, mas que foi curado e voltou a voar? Ao me perguntar isso eu rio e, estando livre de qualquer melancolia, grito por dentro.  



Nenhum comentário