Aba-pe ixé?

Aba-pe ixé?

Aba-pe ixé? 
— Potiguara irmão dos Tabajara,
Fruto da educação indígena, 
Descendência afeiçoada
Do cacique Vicente e Vado.
Ninho Monte-mór e Jaraguá,
Que tornou-se em cerne.
Vivido entre o belo e o feio,
Mata Atlântica, pesca, roça,
Desmatamento, descontrole, destruição. 
Sou extraído do ventre genético 
De uma velha de seios mestiços
Que ensinou a não usar máscara
Como a virtuosidade étnica.
Sou tupi daqueles que falam 
De pássaros e com os pássaros
Sem se gabar do dom.
Medroso ao falar de lendas,
Depois de ter visto a Mãe-de-Ouro.
Sou daqueles que veem o Saci
Em qualquer redemoinho, 
A ave caída e a árvore morta
E não gravo a cena para ti,
Pois antes ajudarei o pássaro a voar
E plantarei outra árvore.

- Danilo Soares

Um comentário :