O tédio me leva ao inferno

O tédio me leva ao inferno

Ontem morreu um no bairro, meu bem,
E eu hoje quase 
       Tiro minha vida com um estilete, faca, facão, 
   Sei lá o quê.
Onde estás?
Por que ainda tu vês meu story?
Einh?
Tu vais ler esse poema?
Foda-se, o teclado do pc já num aguenta mais meu desespero.  
    Hoje eu vi teu comentário antigo na foto, 
Me vi respondendo acerca do cachorro que teríamos,
Mas tu sumiste, pô,
    quer dize: sumiste pra mim,
Bom, foda-se, prometo que vou...
Prometo que... Sim.
Sei lá, num prometo nada, na verdade.
Bom, que estejas bem,
Porque por aqui nada está bem nessa quarentena de bosta, haha.
   que engraçado, né,
Estou louco ainda, só que agora sem ti.
Redbull, café, vinho,
Tablet, kindle, notebook,
livros, livros
  livros, livros,
Pássaro, tédio, tédio,
Bolsa, televisão, 
Mosquitos, barulho do teclado digitando,
Podcast aleatório, 
Arte?
O que é a arte.
Amor?

- Danilo Soares




Nenhum comentário