Sinto o sol falar comigo

Sinto o sol falar comigo

Sinto o sol falar comigo,
Seu abraço deixa me viver o futuro próximo,

Ao horizonte peço benção,
Lá no fundo vejo o vento bailar c'a árvore.

Que tal, minha índia, algum dia
Eu ser o vento e tu a árvore?

Que possamos dançar
Nesse litoral nortista.

E eu já rio ao compor esse futuro
E rio mais ao voltar para o presente.

O futuro é bom para o drogado de paixão,
Posto que o presente realista dói tanto.

Danilo Soares

Nenhum comentário