Resenha do Livro Garota em Pedaços

Resenha do Livro Garota em Pedaços

“ASSIM COMO UM FILHOTE DE FOCA DA GROENLÂNDIA, eu estou toda branca. Meus antebraços estão cobertos de ataduras e grossos como clavas...”

É com essas palavras que o primeiro capítulo do livro Garota em Pedaços inicia, narrando a história da adolescente Charlie.

O livro, que é subdividido em três capítulos, retrata a batalha de Charlie para vencer a vontade de se auto-mutilar, gerado por seu problema psicológico— Transtorno do Controle do Impulso.

Em meio ao caos de sua vida, a jovem descobre que pode usar o seu talento de desenhar como uma forma de superar seus medos e decepções.

Durante essas tentativas, ela enfrenta dificuldades. A principal delas é quando descobre que o plano de saúde de sua mãe é suspenso e que terá que deixar o centro de reabilitação.

Ao sair do hospital, Charlie recebe das mãos de sua mãe uma passagem para a cidade de Tucson, no Arizona (EUA).

Sem lar e sentindo-se sozinha, Charlie se vê obrigada a enfrentar a vida na nova cidade ensolarada.

A história do livro segue além do simples estigma de uma garota que se corta, mas mostra uma realidade pouco contada em livros de ficção adolescente, e que são fatos que ocorrem frequentemente com eles na vida.






Para adquirir o livro basta apertar no link abaixo.

Nenhum comentário