O vazio existencial não é para sempre

O vazio existencial não é para sempre

Um texto antigo do Lao-Tzu  costuma acalmar quem está vivendo o niilismo/nada, que é o vazio. Se estás passando por isso, aqui deixo o texto, onde o autor afirma que, o que é natureza, volta sempre a ser o que sempre foi.

"Cria em ti o vazio até o grau mais elevado!
Preserva a tua serenidade até o estado mais completo!
Depois, tudo pode elevar-se simultaneamente.
Eu vejo como as coisas evoluem.
Todas as coisas, por mais diversas que sejam,
retornam à sua raiz.
Retomar à raiz significa serenidade.
Serenidade significa voltar ao destino.
Voltar ao destino significa eternidade.
Conhecimento da eternidade significa clareza.
Quem não conhece a eternidade
acaba em confusão e pecado.
Mas quem conhece a eternidade
torna-se tolerante.
A tolerância leva à justiça.
A justiça leva ao domínio.
O domínio leva ao Céu.
O Céu leva ao Tao
e este à continuidade.
Durante toda a vida não se corre mais perigo."

 Lao-Tzu 


 

 

Nenhum comentário