Uma Página Maravilhosa Que Eu Encontrei

Uma Página Maravilhosa Que Eu Encontrei


E hoje, amantes da literatura, eu gostaria de compartilhar convosco uma página que eu encontrei, a Madruga Poética, um perfil que, assim como muitos, dispensa a árdua tarefa de velar os próprios sentimentos e acede voluntariamente à poesia para exprimir o que genuinamente sente. Nesse post eu trouxe alguns poemas da mesma pagina para comentar algo a respeito.

Este é um poema que, sem dúvidas, retrata perfeitamente o sentimento de solidão e de um amor longínquo, talvez inalcansável.

Uma pergunta interessante a ser feita é se a razão deve se sobrepor ao coração, isto é, se a racionalidade, o pragmatismo devem avultar-se em contraponto ao sentimento. E a resposta, que é também a mais comum para mim, é: depende. Cada ser vivo nasce com suas peculiaridades e existem indivíduos sentimentais e indivíduos práticos; por vezes, ambos (portanto, a qualidade que se desenvolver de maneira mais natural para esse mesmo ser, será a resposta certa.

A sua vida é um pequeno intervalo, e tudo o que você já produziu desde então foi e será feito nesse pequeno intervalo, menor para alguns e maior para outros. Sendo assim, não a desperdice. O que você deseja ser, é o que você é. O que você faz em sua vida é tão somente esforçar-se para ser o que você é.

Os amigos são seres interessantes. O amigo é sempre uma terceira pessoa, para conciliar o diálogo do Eu e o Mim, como afirmaria Nietzsche. Encontrar no amigo a paz entre o que penso e deixei de pensar, entre o caos interno e o cosmos externo é a verdadeira alma de se ter um amigo, sendo a amizade verdadeira sempre um laço indestrutível (pois o amor em qualquer esfera consiste em conhecer os defeitos e as qualidades do amado — e continuar a amá-lo mesmo assim —, e qualquer desilusão causada pelo amado é culpa do amante, uma saída da ilusão, criada pela mente do amante). Em um relação de amor, deve-se à blindagem da verdade, sua indestrutibilidade.



Um grande feito por parte da humanidade primitiva foi organizar-se em pequenas comunidades nos quais cada ser humano auxiliava um ao outro e a isso (e não à tecnologia) se atribui o sucesso evolutivo da humanidade, uma vez que as armas utilizadas pelos seres humanos primitivos constituíam lanças de sílex e facas, machados e objetos cortantes fabricados com ossos, ou seja, a amizade e a união, a família e a civilização é o verdadeiro mérito de todos os humanos e, por isso, deve ser também seu princípio filosófico: sempre buscar aliar-se a alguém, pois fazer tudo sozinho nunca é uma excelente ideia no fim.
Outro dos poemas que admiro bastante, um poema sobre amor e  sobre como uma pessoa pode ser bem mais importante do que parece. Quando se tem absolutamente tudo dela, os seus aspectos trejeitos irritantes, seus hábitos estranhos, seu amor, sua comida deliciosa..., consegue-se apenas um imagem sombria e turva de como seria a vida sem ela, mas o fato é que, quando ela se vai, ss seus traços, negativos ou positivos, transformam-se em um aglomerado de um único nome, que a faz surgir em sua mente sempre que pensa no quanto ela era monótona e no quanto te amava.


Termina por ser algo terrível estar a mercê de pequenos sonhos, de doces ilusões que se materializam sempre que possível para atormentar os corações dos solitários, porém o fato mais importante é relembrar os fugazes, embora sábios, ensinamentos do que a experíência tem a fornecer. Em síntese, haverá pessoas que não se interessam pelo que você sente ou por tudo o que já fez para elas, simplesmente não haverá a mínima alteração nos batimentos cardíacos dela ao ver você chegar.
Por vezes, amamos a nosso modo sem perceber que as pessoas podem amar diferente. E se a reciprocidade fosse uma mentira. Quando uma pessoa está sempre empregada em estar ao lado de outro, enquanto a última não sente a mesma euforia. Em verdade, todos podem possuir um pequeno medidor indicando a máxima quantidade de amor que você pode oferecer. E cada qual possui o seu, maior ou menor. Quando dispensar alguém que considerar insensível, pense no quanto ela se empenhou para se igualar à sua euforia, mas a sua animosidade, inevitavelmente, não conseguia contrapor-se à sua. Isso não significa, totalmente, que ela o não amava, mas que estava dando o máximo do amor que ela podia oferecer (o que mesmo assim, pode ser inferior ao tanto que você mesmo pode oferecer).
Acima de tudo, ame sem mistérios. Quando a pessoa que você ama comete um crime, não se surpreenda com tal. Em grande parte, as pessoas se justificam afirmando que nunca imaginavam que aquela pessoa fosse capaz de tal ato. Entretanto, se ela o cometeu, então sempre fora capaz disso. Esta é a verdadeira beleza de ser humano, escuridão e luz brotam no mesmo corpo. Esperar o pior deve ser a cátedra de todo amante virtuoso. Talvez, com isso, busquemos, de fato, a felicidade, mas isso também importa tão pouco quanto a ilusão. A felicidade do que ama, "que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure", como diria Vinícius de Moraes, mas acima de tudo viver cada instante pensando nele como se durasse para sempre.


2 comentários :